quinta-feira, 9 de outubro de 2008

Manifestações graduais?

Discute-se no blog A Educação do Meu Umbigo, O Umbigo, como deve ser pensada a luta dos professores. http://educar.wordpress.com/2008/10/09/15-de-novembro/ Tudo a Lisboa no dia 15 de Setembro? Luta de forma mais gradual? Manifestações descentralizadas, esclarecimentos (informação do que realmente se passa) aos pais, divulgações através de diversos meios, concentração de esforços... Gosto da ideia! A desorientação e o desânimo são grandes, mas não podemos deitar tudo a perder. É preciso pensar no que deve ser feito, como o concretizar, ponderar primeiro os prós e os contra. Penso que uma manifestação geral neste momento traria poucos benefícios e poderia enfraquecer-nos (desânimo por uma eventual participação diminuta e sentimento de derrota) É preciso informar, divulgar, resistir, minar, levantar a cabeça e avançar com determinação e em conjunto. Enquanto nos preparamos para uma batalha mais forte, vamos desmascarando a falsidade do quadro que tem sido pintado pelo ME (e não só) em torno da Educação.

1 comentário:

João Norte disse...

Se posso dar conselhos aqui vão alguns:
1- ser competente.
2- não ter medo.
3- saber esperar com fiemeza.

Havia também muito coisa a "peneirar" aqueles que têm qualidade devem ter confiança. Os tempos hão-de mudar.

(ex- professor, família de professores, pai e encarregado de educação.